Hospital Estadual de Trindade realiza 48 intervenções cirúrgicas, em dois dias
Governo Trindade

Hospital Estadual de Trindade realiza 48 intervenções cirúrgicas, em dois dias

Hospital Estadual de Trindade Walda Ferreira dos Santos (Hetrin) realizou, em dois dias, 48 intervenções cirúrgicas.Os procedimentos realizados foram aqueles passíveis de serem feitos em ambiente ambulatorial, com anestesia local e equipamentos e técnicas menos complexos, como a retirada de lesões de pele e de partes moles (tumores benignos de gordura chamados lipomas).

Para a diretora da unidade do Governo de Goiás administrada pelo Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento (Imed), Vânia Fernandes, o propósito da ação foi atender pacientes que estavam aguardando por essas cirurgias. “Nossa unidade é referência nesse tipo de atendimento, e ficamos felizes em fornecer um serviço de qualidade à população que nos procura e confia no trabalho da nossa equipe”, complementa.

O primeiro paciente beneficiado foi Arthur Lima de Jesus, de 9 anos, que teve um cisto retirado do lado esquerdo do ombro. A criança e a família moram no Jardim Ipanema, em Trindade. O pai, Edino Pereira de Lima, relatou estar muito feliz com o procedimento. “Nós chegamos aqui cedinho, e ele foi o primeiro a ser atendido. O médico e a equipe foram atenciosos. Nosso filho foi corajoso e correu tudo bem.” relatou Edino.

Suelia Darc Quintiliano Cruvinel, de 56 anos, autônoma também residente em Trindade, relatou que, apesar de sentir medo de agulha, o procedimento foi tranquilo. “Eu retirei alguns nódulos. Achei que o procedimento foi rápido. A equipe me atendeu perfeitamente bem, me senti confortável. Se fosse preciso, eu voltaria, tranquilamente, na unidade para realizar outro procedimento”, relata.

O médico cirurgião Victor Alexander Fialho Rocha, responsável por realizar os procedimentos, ressalta a importância desse tipo ação para a população na unidade de saúde. “Existe uma alta demanda. Geralmente são lesões que incomodam muito, por prejuízo funcional ou estético, e a ação agiliza a solução desses problemas”, afirma.

Fonte Secretaria de Saúde do Estado de Goiás

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *