Caso Henry: Advogados se recusam a sentar e juíza corta microfone, veja o vídeo
Ânimos Exaltados News

Caso Henry: Advogados se recusam a sentar e juíza corta microfone, veja o vídeo

O interrogatório estava marcado para começar às 9h30, mas Jairinho começou a ser ouvido depois das 11h30.

Nesta segunda-feira, 13/06, a audiência do caso do menino Henry Borel foi marcada, mais uma vez, por ânimos exaltados entre a defesa de Jairo Souza Santos Júnior, o ex-vereador Dr. Jairinho, e a juíza Elizabeth Machado Louro.

O interrogatório estava marcado para começar às 9h30, mas Jairinho começou a ser ouvido depois das 11h30 porque os seus advogados se negavam a ficar sentados. O argumento era de que a magistrada estava cerceando o direito de eles transitarem pelo plenário.

“Eu estou aqui para fazer a ordem do plenário. (…) Eu não vou ouvir o senhor enquanto todos não estiverem sentados.”  

Assista a um trecho da audiência:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *