Audiência Pública debate os maus- tratos e abandono de animais
Uncategorized

Audiência Pública debate os maus- tratos e abandono de animais

A Câmara de Trindade promoveu na tarde desta quinta-feira (10), audiência pública para discutir o combate aos maus tratos e abandono de cães e gatos. A reunião foi proposta pela vereadora Márcia do Edmilson, que busca políticas públicas voltadas para a causa animal

“É desesperador ver mais de 300 animais passando necessidades no abrigo, e a Ana Maria responsável, desesperada por ajuda, assim entrei na causa e resolvi usar meu mandato para ajudar. Realizamos feiras de adoção, buscas por doações, além de criar importantes leis para a causa, leis aprovadas por essa casa.”, destacou Márcia.

O evento contou com a participação da delegada regional, Dra. Silvana Nunes, que anunciou a implantação da “Delegacia Amiga do Animal”, e será responsável por receber as denúncias.

 

“Precisamos treinar o efetivo para que sejam sensíveis a causa também, além de poder contar com a comunidade para nos indicar locais para encaminhar os animais resgatamos.” Pontuou Silvana.

Os secretários de assuntos estratégicos e de saúde, Ucleide Ferruja e Gustavo Queiroz, trouxeram a mensagem do prefeito Marden Júnior, que destinou uma área de 2 mil metros quadrados para a construção de um abrigo para os animais, atendendo um pedido da vereadora Márcia.

Gustavo destacou ainda, a aprovação de uma verba no valor de 500 mil reais para a castração de cães e gatos.

O Ministério Público é parceiro da causa, em Trindade, através do promotor de justiça, Dr. Eudes, destina verbas, oriundas de multas e penas pagas em processos judiciais, para a castração animal, e na audiência se comprometeu com a liberação destas.

A vereadora destacou a importância da união de todos para o bem animal “A causa animal é um trabalho que poucos querem, eu abracei com amor e dedicação, mas é árduo, poder contar com a colaboração das instituições é um marco importante para o combate aos maus tratos e o abandono.” concluiu.

Sempre parceira, a defensora pública, Débora Vidal, se prontificou a realizar um trabalho de conscientização junto à comunidade para o combate ao abandono e maus tratos.

Maltratar um animal não é somente a agressão física. Não fornecer alimentação adequada também é considerado maus-tratos, assim como a desidratação, acorrentamento e não cuidar do animal, como o controle de parasitas e a vacinação. A denúncia deve ser feita antes de chegar de fato na violência física e quem faz isso pode ser punido pela lei, denuncie em: 35050453/ 35773603/ 35067136.

A audiência contou também com a presença dos vereadores Maurinho de Paula, Dr. Edigley Teodoro e Amigo Leobino, o secretário do meio ambiente, Roberto Badur, representante do Corpo de Bombeiros, tenente Luís Henrique Salomão, coordenador do SAMU, Murilo Barcelos, além de representante da UniGoyases, radialista Daria, protetores de animais independentes e comunidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *