Prefeito autoriza R$ 172 milhões da CEF para BRK universalizar esgoto até agosto em Trindade
Política

Prefeito autoriza R$ 172 milhões da CEF para BRK universalizar esgoto até agosto em Trindade

Citando a condição de, a cada dia, município “estar ecologicamente correto”, Marden Júnior assinou termo dando anuência para o repasse necessário às obras. Trindade será um dos primeiros municípios da região Centro-Oeste a ultrapassar 90% da zona urbana com coleta e tratamento de esgoto, cobrindo todos os bairros. Participantes se comprometeram a realizar o restante das obras gerando o menor transtorno possível para a população

O prefeito de Trindade, Marden Júnior, assinou, na quinta-feira (15/03), o termo de anuência do município ao contrato entre a Caixa Econômica Federal (CEF) e a BRK Ambiental, no valor de R$ 172 milhões de investimento em obras de universalização da rede de esgoto até 31 de agosto próximo. Com a decisão, Trindade será um dos primeiros municípios da região Centro-Oeste a ultrapassar 90% da zona urbana com coleta e tratamento de esgoto, cobrindo todos os bairros.


Os recursos são previstos no Marco Regulatório do Saneamento para, através da CEF, assegurar a universalização do tratamento de esgoto no Brasil. A anuência envolveu também a Construtora Central do Brasil (CCB).

O prefeito explicou que a formalização é o passo decisivo para viabilizar a universalização do esgoto tratado ainda este ano em Trindade, chegando a cobrir 90% da cidade com rede de esgoto. Ele lembra que isso é mais uma ação que dá a Trindade a condição de “estar ecologicamente correta”.

Marden Júnior se referia ao licenciamento do Aterro Sanitário Municipal, tido como modelo no Estado, à retirada da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do Jardim Scala, com ligação direta à Central de Tratamento de Esgoto, a implantação do Parque Hugo Reis, à preservação dos parques municipais e outras iniciativas da gestão para proteger o meio ambiente trindadense.


O prefeito enfatizou que as obras vão gerar transtornos durante sua execução, mas a conquista do benefício vai ser compensatória à população. A ausência de redes de esgoto resulta em risco sanitário e ambiental, chamando atenção como um problema nacional. Por isso, sublinhou o prefeito, houve tanto esforço do município para agilizar os entendimentos visando alcançar a universalização.

O secretário municipal do Meio Ambiente, Roberto Badur, destacou que a expansão da rede e o tratamento de esgoto para todos os bairros vai se refletir na qualidade da água distribuída na cidade. “Nossa cidade será um dos primeiros municípios do Centro-Oeste a ultrapassar 90% da cobertura com a coleta e tratamento de esgoto”, citou. Seguindo o Marco Regulatório, a universalização de esgoto corresponde à cobertura de água tratada.

Segundo o secretário, atualmente, com obras em andamento em vários pontos de Trindade, mais de 70% da meta de universalização de esgoto já estão prontos, faltando ligações domésticas com a rede implantada, concluir a rede e fazer a recomposição de áreas atingidas com a passagem de tubulações, elevatórias, ETEs.
O deputado estadual Cristiano Galindo acompanhou o momento de formalização da anuência, com a participação do secretário municipal de Infraestrutura, Emiliano Mancuso, secretário de Serviços Públicos, Luís Felipe Amorim, secretário da Casa Civil, Planejamento e Gestão, Lhinicker Pereira S. D’Orázio, do presidente da CCB, Wilson José Machado, e do diretor de Contratos da BRK Ambiental, Sérgio Trentine Magalhães. Os participantes se comprometeram a realizar o restante das obras gerando o menor transtorno possível para a população.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *