Moraes exclui PP e Republicanos de processo e multa fica atribuída somente ao PL
Política

Moraes exclui PP e Republicanos de processo e multa fica atribuída somente ao PL

Presidentes dos partidos negaram apoio ao relatório que questiona o resultado das eleições

Nesta sexta-feira (25), o presidente do TSE, ministro Alexandre de Moraes, acatou o pedido apresentado pelos presidentes do Partido Progressistas (PP) e do Republicanos para excluir as respectivas siglas da multa de R$ 22,9 milhões atribuída à coligação ao Partido Liberal (PL), que questionou o resultado do segundo turno das eleições presidenciais.  A informação é do site O Antagonista.

Nesta quinta-feira (24), os presidentes do PP e do Republicanos pediram a exclusão das siglas do processo e negaram apoio aos questionamentos do resultados das urnas eleitorais.

Com a decisão, a multa por litigância de má-fé deverá ser paga apenas pelo PL, que é presidido por Valdemar Costa Neto.

Notícia: Goiás 365

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *