Caiado inaugura laboratórios Include em Goiânia e Aparecida de Goiânia
Polícia

Caiado inaugura laboratórios Include em Goiânia e Aparecida de Goiânia

O governador Ronaldo Caiado inaugurou, na manhã desta quinta-feira (17), dois laboratórios Include: um em Aparecida de Goiânia e o outro na capital. As estruturas têm como objetivo inserir jovens de baixa renda no universo digital a partir de cursos gratuitos de tecnologias. “Quero que os jovens tenham essa capacidade de se destacar e evoluir nas suas profissões”, disse o governador Ronaldo Caiado.

De acordo com ele, os laboratórios vão contribuir para estimular a “capacidade criativa” dos estudantes. “Isto mostra o investimento, a realidade e a paixão do governo por educar os jovens e dar a eles condições de competitividade no futuro, de ter acesso a esse mundo virtual e de desenvolver suas aptidões”, frisou. Caiadol descerrou as placas de inaugurações em cada local e esteve nas instalações dos laboratórios, onde teve acesso aos projetos desenvolvidos.

Destaque nacional
Goiás é a unidade federativa com o maior número de laboratórios Include no Brasil. O investimento do Estado de quase R$ 4,3 milhões viabilizou 26 unidades, que estão espalhadas por 23 municípios. Somente no ano passado, quando as seis primeiras estruturas começaram a funcionar, cerca de 600 jovens foram beneficiados com a iniciativa. “No início do próximo mês, vamos ter outros 15 laboratórios já prontos aqui”, anunciou o presidente do Instituto Campus Party, Francesco Farruggia. A meta é atender a 7,8 mil pessoas, de 12 a 20 anos, até 2024.

Governador Ronaldo Caiado e o presidente do Instituto Campus Party, Francesco Farruggia (Foto: Junior Guimarães)

“Vocês vão conseguir ter uma visão e desmistificar questões como inovação e tecnologia. Mais para frente, poderão até entrar em uma profissão do futuro”, afirmou o secretário de Estado de Desenvolvimento e Inovação, Marcio Cesar Pereira, ao se dirigir aos estudantes. O Include de Aparecida de Goiânia fica instalado no Colégio Estadual Jardim Tiradentes, e o de Goiânia no Colégio Estadual Jornalista Luiz Gonzaga Contart, no Jardim Guanabara II. Cada laboratório oferece 75 vagas em cursos de robótica.

“Vocês vão conseguir desmistificar questões como inovação e tecnologia”, disse o secretário de Estado de Desenvolvimento e Inovação, Marcio Cesar Pereira aos estudantes (Foto: Junior Guimarães)

Como funciona
Um dos objetivos da iniciativa é abrir caminho para um melhor posicionamento profissional e estimular a cultura do empreendedorismo. “O mercado de trabalho, hoje, está todo voltado para este tipo de tecnologia. O que irão aprender aqui é fundamental para o futuro”, declarou o secretário-geral de Governo, Adriano da Rocha Lima. “O grande papel libertador da educação é esse: garantir que cada um tenha o direito de exercer aquilo que é o seu talento”, concluiu.

“O que irão aprender aqui é fundamental para o futuro”, declarou o secretário-geral de Governo, Adriano da Rocha Lima (Foto: Junior Guimarães)

O projeto é fruto de uma parceria do Governo de Goiás, por meio do Goiás Social e da Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Inovação (Sedi), com o Instituto Campus Party. A escolha dos locais é feita para contemplar comunidades de baixa renda. Em um só lugar, os jovens têm acesso a cursos com metodologia e linguagem de software e hardware, desenvolvidos para viabilizar a inclusão social e econômica.

Além de Goiânia e Aparecida de Goiânia, há Include em: Alto Paraíso de Goiás, Anápolis, Aruanã, Caldas Novas, Catalão, Cavalcante, Cristalina, Itumbiara, Jataí, Luziânia, Mambaí, Monte Alegre de Goiás, Mozarlândia, Pirenópolis, Porangatu, Rio Verde, São Luís de Montes Belos, São Miguel do Araguaia, Trindade, Uruana e Valparaíso de Goiás.

Participaram do evento o deputado federal Delegado Waldir; a diretora nacional do Projeto Include, Sidiane Zanin; além de vereadores e ex-parlamentares de Goiânia e Aparecida de Goiânia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *