Com o fim da greve, aulas na rede municipal serão retomadas na segunda-feira
Cidades

Com o fim da greve, aulas na rede municipal serão retomadas na segunda-feira

Com o fim da greve, após acordo entre a Prefeitura de Goiânia e o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás (Sintego), a rede municipal de ensino prepara o retorno das aulas para a próxima segunda-feira, 18. Nesta quarta-feira, 13, os professores já retomam o planejamento de aulas. A paralisação, que durava desde o dia 15 de março, acabou nesta segunda-feira, 12, mesma data em que o Paço enviou à Câmara substitutivo com a nova proposta da Prefeitura de Goiânia para os servidores da Educação.

O projeto encaminhado ao parlamento por prefeito Rogério Cruz (Republicanos) prevê aumento de 10,16% a partir deste mês e de mais 4,84% de setembro em diante. O projeto de Lei também assegura aumento de 50% no auxílio locomoção e de mais 15% na gratificação de regência, que é destinada aos professores que atuam em sala de aula. “Levamos em consideração nossa capacidade orçamentária, e o limite prudencial da folha de pagamento do município”, afirmou o prefeito.

A matéria do Paço inclui ainda o pagamento da data-base de 2020 e 2021 nos vencimentos dos servidores administrativos também neste mês e o de 2022 em maio; sendo disponibilizado o vale locomoção no valor de R$ 300 para a categoria. Segundo a Secretaria de Finanças Municipal (Sefin), esse pacote de benefícios para os mais de 18 mil profissionais da Educação de Goiânia terá um impacto anual superior a R$ 165 milhões. No ano passado, a folha de pagamento dos servidores da SME teve valor total de R$ 1,079 bilhão. Com o reajuste, a previsão é que passe para R$ 1,24 bilhão, considerando salários de docentes e servidores administrativos.

“A gestão do prefeito Rogério Cruz cumprirá integralmente o piso nacional dos professores e, com muita responsabilidade e seriedade, garantirá série de benefícios para os servidores administrativos, como a criação do vale locomoção. Vamos seguir com investimentos na valorização dos profissionais e melhorar, cada vez mais, a qualidade do ensino”, salientou o secretário Municipal de Educação, Wellington Bessa, citando que foi considerada a capacidade orçamentária e o limite prudencial da folha de pagamento previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal. Após aprovação pelos vereadores, a proposta retorna para a sanção do Executivo.

Fonte: https://www.jornalopcao.com.br/ultimas-noticias/com-o-fim-da-greve-aulas-na-rede-municipal-serao-retomadas-na-segunda-feira-393181/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *